Arquivo mensal: agosto 2013

82ª Leva da revista cultural Diversos Afins no ar

Diversos Afins

No ar a 82o da Revista Diversos Afins, que nos traz::

Poemas de Leonardo Chioda, Rosana Banharoli, Pedro Du Bois, Maria Quintans e Carina Carvalho

Fotografias de Milena Palladino

Uma entrevista com o escritor Rodrigo Melo

Artigo de Fernando Marques faz um percurso pela história do Teatro através da obra de Margot Berthold

Contos de José Geraldo Neres, Ieda Estergilda e Marcus Vinícius Rodrigues

Larissa Mendes resenha o filme “Antes da Meia-Noite”

Jorge Elias Neto resenha livro de poemas de W. J. Solha

Leia clicando aqui.

Diversos afins

Fabrício Brandão & Leila Andrade – LEVEIROS

ISSN 2317-6865

webhttp://diversosafins.com.br/

twitter:  @diversosafins

facebook: facebook.com/diversosafins

Anúncios

CLFC lança coletânea Brasil Fantástico

brasilfantástico

O Clube dos Leitores de Ficção Científica lança a coletânea Brasil Fantástico – Lendas de um país sobrenatural.

O evento ocorrerá no Rio de Janeiro dia 14 de setembro, sábado, 16h, na Livraria Cultura Cine Vitória.

O livro é o resultado de uma seleção realizada durante 8 meses, entre abril e novembro de 2012 e contou com mais de 110 escritores de sete nacionalidades. O resultado desata seleção são 11 contos que pretendem lançar um olhar
inovador sobre o folclore nacional. São nove autores brasileiros, um
português e um norte-americano. A coletânea uma realização do Clube de
Leitores e Escritores de Ficção Científica do Brasil – CLFC, organizada por
Clinton Davisson, Grazielle DeMarco e Maria Georgina de Sousa.

O que: Lançamento da Coletânea  Brasil Fantástico – Lendas de um país sobrenatural.
Quando: 14 de setembro, sábado, 16:00h
Onde: Livraria Cultura Cine Vitória  
          R. Senador Dantas, 45.
          Centro. Rio de Janeiro

Programação do Mercado de Pulgas

O Mercado de Pulgas HQ, realizado pelo site Guia dos Quadrinhos , é um evento onde as pessoas podem negociar quadrinhos novos e raros, mangás, livros, DVDs, brinquedos e outros colecionáveis ligados à Cultura Pop.

Além do espaço destinado a esta atividade, ocorrerão bate-papos com profissionais do mercado de quadrinhos e sessões de quiz-nerd com prêmios, lançamentos e sessão de autógrafos.

Lançamentos

  • Almanaque Rocky Lane nº 3, terceiro volume da revista criada pelo artista ítalo-brasileiro Primaggio Mantovi, com republicação de suas histórias em quadrinhos produzidas na década de 1960. Entre 16:30h e 17:00h, Primaggio autografará a edição, assim como os dois primeiros números do Almanaque e o especial Almanaque Sacarrolha 40 Anos, também criado por ele, com as aventuras em quadrinhos de um dos mais famosos palhaços do Brasil.

primaggio-rocky-lane-revistas

  • Mundo Nerd nº 1, que trata de cinema, seriados de TV e histórias em quadrinhos do gênero ficção científica e fantasia, produzida pela equipe da revista Mundo dos Super-Heróis. Presença do editor Manoel de Souza.

MundoNerd_07082013

  • Bate-papo com Sérgio Figueiredo, diretor da Redação de Licenças da Abril Jovem, onde serão anunciadas – em primeira mão – as estratégias e lançamentos da editora para as comemorações dos 50 anos da revista Tio Patinhas no Brasil.
tio-patinhas-690f8Tio Patinhas completa 50 anos no Brasil

Expositores

Salão A

A1 – Guia dos Quadrinhos: Diversos gibis nacionais e importados da coleção de Edson Diogo.
A2 – Gal Editora (editora): Álbuns da editora com até 50% de desconto. Quadrinhos nacionais e importados da coleção do editor e colecionador Maurício Muniz.
A3 – Sebo Multiverso (loja): Coleções fechadas de mangá; minisséries completa da Abril; HQs da Panini e encadernados importados.
A4 – Devir Livraria (editora): Álbuns da editora com até 50% de descontos; quadrinhos nacionais e importados.
A5 – Wilson Simonetto (colecionador): Revistas Marvel e DC em geral.
A6 – Mundo HQ – Quadrinhos e mangás (loja): Coleções; minisséries; HQs raras e especiais.
A7 – Gustavo Daher (colecionador): quadrinhos nacionais e importados; coleções fechadas.
A8 – Joaquim Procopio (colecionador): quadrinhos nacionais e importados.
A9 – Nerd Attack (loja): Colecionáveis e HQs importadas.
A10 – Balão Editorial (editora): Livros da Balão Editorial e material da coleção pessoal do editor Guilherme Kroll.
A11 – Cesar A.T. Alves (colecionador): Mangás; Manhwas; quadrinhos Marvel, DC e outras editoras; quadrinhos alternativos; quadrinhos infantis; DVDs de animes, filmes e infantis.
A12 – Mundo dos Super-Heróis: Assinatura, edições avulsas da revista, livros e lançamento da revista Mundo Nerd.
A13 – Empório HQ (loja): Quadrinhos nacionais novos.
A14 – Planeta Gibi (loja): Quadrinhos Disney, Turma da Mônica e infanto-juvenis em geral; Marvel e DC da Ebal, Abril e Panini.
A15 – Cantinho dos Gibis (loja)/Top Gibi (loja): Revistas nacionais e importadas, seminovas e usadas; formatinhos (Abril, Bloch, RGE, Ebal), revistas infantis e mangás.
A16 – José Braga – Castelo de Caixas (colecionador): Caixas organizadoras para gibis; álbuns antigos de figurinhas e gibis Abril/Disney.
A17 – Gley Fabiano Xavier (colecionador): Diversas revistas nacionais de heróis; DVDs de desenhos e filmes trash de heróis; Heroclix (Marvel e DC) e bonecos.
A18 – Comic Hunter (loja): Quadrinhos nacionais e importados, novos e antigos.

Salão B

B1 – Avenida 32 (loja): Bolsas e acessórios Nerds.
B2 – Flavio Luiz (cartunista e colecionador): Revistas nacionais e importadas; action figures e “O Cabra”, publicação própria, com preço promocional.
B3 – Givanildo F. Dias (colecionador): Formatinhos da Abril; formatos americanos da Panini e Abril; livros temáticos de aventuras; DVDs e CDs.
B4 – Flash Point (loja): Quadrinhos novos e usados; formatinhos da Abril; games e retrogames.
B5 – Gustavo Pedro de Oliveira (colecionador): Quadrinhos nacionais e importados; raridades das década de 60, 70, 80 e 90; encadernados importados e formatinhos da Abril.
B6 – Castelo do Gibi (loja): Gibis especiais, séries e coleções completas.
B7 – José Carlos (colecionador): Diversos itens da coleção particular: Marvel, DC, Disney, Turma da Mônica, mangás.
B8 – My Little Things (loja): Diversos produtos nacionais e importadas novos e usados.
B9 – Raoni Augusto (colecionador): Diversas revistas da coleção.
B10 – Kauan Vinicius (colecionador e artista plástico): HQs; DVDs; miniaturas colecionáveis (Heroclix, Magiknight e Warcraft) e canecas.
B11 – GrilloHQ.com.br (loja): HQs diversas, Disney, Marvel, DC, semi-novas e antigas e action figures.
B12 – Alfarrábio Catataw (loja): Quadrinhos usados, nacionais e estrangeiros, seminovos e antigos; selos brasileiros e estrangeiros em cartelas; álbuns de figurinha vintage.
B13 – Renato Arlem (colecionador): revistas e encadernados nacionais e importados, novos e usados.
B14 – Pop Arts (loja): Quadrinhos novos e antigos.
 

Mercado de Pulgas mapa_expositores

O que: 6º Mercado de Pulgas HQ

Quando: 17 de agosto das 10:00 às 20:00 horas

Onde: Associação Beneficente Osaka Naniwa Kai

Rua Domingos de Moraes, 1581
Vila Mariana, a 200 metros do metrô
São Paulo- SP

Quanto: R$ 5,00 (meia-entrada)

Não pagam ingresso visitantes fantasiados como personagens de quadrinhos ou da ficção científica e crianças até 10 anos.

Quem:

Realização: Guia dos Quadrinhos 
Patrocínio: Planeta Gibi 
Apoio cultural: Gal Editora e Mundo dos Super-Heróis 

Mercado editorial brasileiro: crescimento e cultura digital

livros

Segundo dados da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, lançada em 2012, há 88,2 milhões de leitores no país, de um total de 178 milhões de brasileiros com mais de cinco anos de idade. São considerados leitores, segundo um critério internacional, pessoas que leram pelo menos um livro nos últimos três meses. E apesar de o número de leitores ter diminuído em relação à última pesquisa realizada em 2007, os resultados registram que 49% dos atuais leitores afirmam estar lendo mais do que leram no passado. Esse aumento do volume de leitura pode explicar o crescimento das vendas de livros nos últimos anos. Segundo a última edição da pesquisa “Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro”, divulgada em julho de 2012, as editoras brasileiras tiveram um aumento de 7% nas vendas com relação a 2010. No período, também houve um aumento do número de publicações em torno de 6%.

E a diversidade marca esse panorama: com quase 500 editoras atuantes no mercado, sejam nacionais, internacionais ou de capital misto, e também com muitos autores nacionais conceituados, o mercado no Brasil tende a crescer. “O mercado editorial brasileiro vem crescendo e se profissionalizando, acompanhando o desenvolvimento econômico do país sobretudo nos últimos 20 anos. Isto se revela no aumento do número de editoras e livros publicados, assim como do padrão de qualidade dos serviços e produtos; no interesse crescente dos grandes grupos internacionais pelo mercado interno; na maior visibilidade que os autores brasileiros vem conquistando no exterior; e no oferecimento de cursos específicos voltados para trabalho editorial”, analisa o editor Cide Piquet, da Editora 34.

Projetos editoriais para públicos diferentes

Ao lado das grandes editoras, como a Companhia das Letras, Objetiva e Martins Fontes, por exemplo – com catálogos grandes e heterogêneos – destacam-se no também aquelas de perfil mais específico, como é o caso da Cosac Naify. “Ocupamos um nicho de mercado de livros de alta qualidade editorial, respondendo por um catálogo de valor literário e de referência para as distintas áreas em que atuamos. Nosso público vem do meio cultural e universitário, leitores exigentes em geral”, explica Florencia Ferraria, diretora editorial da Cosac Naify.

O público acadêmico é também um dos principais leitores da Editora 34, que tem um catálogo focado nas áreas de filosofia contemporânea, sociologia, estudos literários, música e literatura, tanto nacional como estrangeira. Outro exemplo de editora com perfil específico é a Zarabatana Books, voltada para a publicação de quadrinhos autorais, cujo público vai além dos leitores habituais de HQs. “Do ponto de vista de nossa linha editorial, vejo o mercado brasileiro em grande expansão, com o surgimento de novos talentos nacionais assim como a publicação de HQs de diversas partes do mundo, tanto de clássicos como de novos autores. Atualmente existe também o reconhecimento e a valorização dos quadrinhos por entidades públicas brasileiras, através de programas de apoio à edição e compra de obras para bibliotecas escolares”, diz Cláudio Martini, editor da Zarabatana Books.

Nesse mercado de nichos, não se pode esquecer das pequenas editoras, que publicam jovens escritores, como é o caso da Não Editora, da Patuá, da Demônio Negro e d’A Bolha, entre outras. Essas editoras têm um papel bastante importante não só em lançar nomes, que mais tarde irão se fixar no mercado em editoras de maior porte, mas também em criar um público para as novas gerações de escritores.

Formato digital

Não há como falar hoje em mercado editorial sem pensar nos livros digitais. Ainda recentes no Brasil, os e-books já começam a trazer resultados para as editoras. A primeira empresa de tecnologia para leitura digital a entrar no mercado brasileiro foi a Kobo, em parceria com a Livraria Cultura. Hoje, porém, livros digitais em português podem ser adquiridos na Amazon, Apple e Google. E as principais editoras do país já colocaram o pé no digital: a Companhia das Letras, por exemplo, tem um catálogo de mais de 600 e-books, incluindo literatura brasileira e estrangeira. Rocco, Objetiva, Record e Zahar também oferecem um catálogo grande e variado de publicações digitais.

Para entrar nesse mercado, em 2011, a Editora 34 fez uma experiência: lançou a Nova antologia do conto russo, na íntegra e em e-book, mas também em partes, ou seja, cada conto poderia ser comprado separadamente. “A recepção foi muito boa. O conto Depois do baile, de Tolstói, chegou a ficar na lista dos mais vendidos da Livraria Cultura”, conta Piquet. Entre os critérios da editora para a escolha dos títulos para publicação digital estão a relevância do título, a viabilidade do contrato e a adequação ao formato. Fazem parte das próximas ações digitais da 34 o lançamento de títulos de não-ficção e também de títulos esgotados no catálogo convencional.

Mais recentemente, em abril deste ano, a Cosac Naify lançou seus primeiros e-books. “Nossas edições procuram trabalhar com os melhores tradutores e oferecer aparatos de especialistas do tema, além de material extra para que o leitor possa ampliar seu conhecimento em relação ao texto principal. Parte desse material editorial se mantém nos e-books”, esclarece Florencia Ferraria.

O papel das feiras

Se por um lado o mercado está aquecido, por outro, ainda há um grande desafio: conquistar um público leitor maior. Além das escolas e universidades, cumprem parte desse papel as Feiras do Livro e eventos literários, como a Festa Literária de Paraty, no Rio de Janeiro; a Jornada Literária de Passo Fundo e a Feira do Livro de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; a Bienal do Livro e a Balada Literária, ambas em São Paulo. São eventos que aproximam leitores e autores em palestras e sessões de autógrafos.

Não menos importantes são as feiras no exterior, que contribuem para a internacionalização dos autores brasileiros e também como cenário comercial para as editoras nacionais. “Para nós, mais do que uma oportunidade de realizar negócios, a participação em feiras importa como momento intenso de relacionamento com parceiros e de abertura de projetos para o futuro. O interesse pela literatura brasileira, em especial contemporânea, vem crescendo”, relata Florencia Ferraria.

As feiras também são importantes para os editores que buscam autores de outros países para tradução. A editora Cosac Naify, por exemplo, tem 32 obras traduzidas do alemão para o português, enquanto a Editora 34 já contabiliza 30 obras cujo original é alemão. “Em virtude da Temporada Alemanha – Brasil 2013/2014, temos mais cerca de seis títulos previstos para breve. O programa de apoio à tradução e as parcerias com o Instituto Goethe, de modo geral, são um grande incentivo para a realização de um projeto como esse”, afirma Piquet. Com a participação do Brasil como país convidado da Feira do Livro de Frankfurt em 2013, esse diálogo entre os mercados editoriais tende a crescer, ampliando o número de traduções e aquecendo o mercado de ambos os países.

Matéria original: Camila Gonzatto – Goethe Institut – 06/07/13
Camila Gonzatto é roteirista e diretora de cinema e TV e cursa doutorado em Teoria da Literatura na PUC-RS.

6ª EDIÇÃO DO MERCADO DE PULGAS HQ

Mercado de pulga

O Mercado de Pulgas HQ, evento realizado pelo site Guia dos Quadrinhos, reúne colecionadores e negociantes de quadrinhos para um dia de troca e venda de gibis novos e raros, mangás, livros, DVDs, brinquedos e outros objetos de interesse para o público que é fã de fantasia, aventura e cultura pop.

O evento correrá dia 17 de agosto, das 10h às 20h, Associação Osaka Naniwa Kai, localizada na Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana (a 200 metros do Metrô) , em São Paulo.

Este ano, o evento contará com mais de 30 expositores, entre:

– Colecionadores (que trarão raridades para venda, troca e exposição);

– Lojas de quadrinhos, livros e action figures (a maioria com preços promocionais);

– Editoras (que revenderão seus títulos com descontos especiais).

Confira a programação do evento:

10:00h – Abertura

11:00h – Palestra: como surgiu o site Guia dos Quadrinhos

Uma breve explanação sobre a origem e os objetivos do site por seu criador, Edson Diogo

11:30h – 1º Quiz de cinema, quadrinhos e seriados, com prêmios

13:00h – Bate-Papo: A Editora Abril e a revolução nos quadrinhos

Uma conversa com Sérgio Figueiredo (editor e diretor da Abril-Jovem, responsável pelos quadrinhos Marvel, DC e Disney desde a década de 1980 e Diretor da Redação de Licenças) sobre a história da editora no mercado de quadrinhos. Participação de Manoel de Souza (revista Mundo dos Super-Heróis)

14:30h – 2º Quiz de cinema, quadrinhos e seriados, com prêmios

15:00h – Bate-Papo: As novidades Marvel e DC no Brasil

Os novos rumos das maiores editoras de super-heróis e as séries e histórias que chegarão ao Brasil no próximo ano. O que podemos esperar do duelo entre Marvel e DC nos cinemas? Com Fernando Lopes e Levi Trindade, editores da Panini. Mediação de Maurício Muniz

17:00h – Bate-Papo: Quadrinhos Disney – No Brasil, por brasileiros

Profissionais relembram a época áurea da produção de quadrinhos Disney no Brasil entre as décadas de 1970 e 1980. Com Carlos Herrero (cocriador do Morcego Vermelho); Júlio de Andrade (roteirista de Pato Donald, Zé Carioca e Tio Patinhas) e Primaggio Mantovi (roteirista de Zorro, além editor e desenhista). Participação especial de Lucila Saidenberg. Mediação de Marcelo Alencar.

19:00h – 3º Quiz de cinema, quadrinhos e seriados, com prêmios

20:00h – Encerramento

Criado em 05 de março de 2007 pelo designer e fã de histórias em quadrinhos, Edson Diogo, o site Guia dos Quadrinhos é pioneiro do gênero no Brasil e se tornou uma das mais importantes fontes de pesquisa para estudiosos, professores, jornalistas e fãs dessa mídia. Desde 2009, Diogo realiza o evento Mercado de Pulgas HQ, que atrai mais participantes a cada ano. Neste ano, a pulga-mascote do evento foi desenhado por Carlos Herrero.

O evento é patrocinado pela loja Planeta Gibi (www.planetagibi.com).

O apoio cultural é da Gal Editora e da revista Mundo dos Super-Heróis.

O que: 6º Mercado de Pulgas HQ
Quando: 17 de agosto
Horário: 10h às 20h
Local: Associação Beneficente Osaka Naniwa Kai
Endereço: Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana, a 200 metros do metrô
Entrada: R$ 5,00 (meia-entrada)
Não pagam ingresso visitantes fantasiados como personagens de quadrinhos ou da ficção científica e crianças até 10 anos
Realização: Guia dos Quadrinhos
Patrocínio: Planeta Gibi 
Apoio cultural: Gal Editora e Mundo dos Super-Heróis.

Prêmio LiteraCidade 2013

Premio Literacidade 2013

 

Com inscrições abertas até dia 20 de setembro de 2013, a Editora LiteraCidade, na quarta edição do Prêmio LiteraCidade, vai premiar livros de poemas completos e textos avulsos em duas antologias poéticas.

Este ano o concurso será apenas para poemas e sonetos. O tema é livre.

Além das premiações principais, também serão concedidas menções honrosas e menções especiais.

Saiba mais sobre o Prêmio aqui.

%d blogueiros gostam disto: